risotto de abóbora

Adiar decisões é um péssimo hábito, eu sei. Mas sou perito nesse campo e posso ensinar quem estiver interessado! Umas mais importantes que outras, regra geral, se há uma decisão a tomar, invoco todas as ideias paralelas e tento ocupar o meu cérebro com tudo menos aquilo que é necessário. Não consigo evitar, ultrapassa todas as minhas forças.

Esta conversa podia levar a assuntos realmente importantes. Mas como sou perito em evitá-los, vou aligeirar a coisa e dizer-vos que a semana passada ganhei coragem e tomei uma decisão. Importante ou não, deixo ao vosso critério. Falo-vos de frigideiras. Aquelas que já têm anos, riscadas de tanto uso e já muito pouco anti-aderentes. Aliás, extremamente-aderentes! Nunca pensei que custasse tanto tomar a decisão de mandar umas frigideiras para o lixo. Na realidade não sei o que custava mais, desfazer-me delas, mesmo praticamente inúteis, ou perceber onde devia investir. Precisava ter a certeza que investia não só em material durável e de qualidade mas também não prejudicial à saúde, que a história do PTFE e do PFOA só de pensar já me dá dores de cabeça.

Pois bem, ultrapassada a primeira fase deste problema, a outra foi relativamente simples, bastou chegar à loja e dizer: “preciso de umas frigideiras novas”. Palavras mágicas para quem quer vender frigideiras, suponho. Acabei por trazer duas frigideiras anti-aderentes, mais versáteis e cuja marca não vou referir e ainda uma de ferro mais indicada para selar carne ou peixe. Há decisões que podem fazer a diferença na nossa vida, é o que vos digo. Mais vale ter poucas frigideiras boas do que muitas más.

Qualquer dia preciso de tratar daquele armário cheio de frascos vazios. Qualquer dia!

cevadotto de abóbora

risotto de cevada e abóbora

Risotto de cevada e abóbora

Receita de Tess Ward, fotografado para Mindfulchef

Serve 2

  • 1/2 abóbora manteiga, cortada em cubos
  • Azeite
  • 25g de avelãs
  • 1 dente de alho, picado
  • 200g cevada
  • 1 raminho de alecrim
  • 1/2 litro de caldo de galinha
  • 40g tâmaras, sem caroço, picadas grosseiramente
  • 1 rama de cebola, picada
  • Sumo de limão, a gosto
  • Sal integral e pimenta preta, a gosto
  • 1 punhado de salsa, picada

Procedimento

1. Aquecer o forno a 200º. 2. Colocar a abóbora num tabuleiro de forno com um pouco de azeite e uma pitada de sal. Asse durante 30 minutos, mexendo a meio do tempo. 3. Enquanto a abóbora cozinha, toste as avelãs no forno, colocando-as noutro tabuleiro à parte, cuidado para não queimarem. 4. Prepare uma panela grande com um fio de azeite e frite o alho em lume brando até começar a caramelizar. 5. Adicione a cevada e o alecrim, frite alguns segundos envolvendo a cevada no azeite. 6. De seguida adicione gradualmente o caldo de galinha. Mantenha a panela em lume alto, assim que começar a ferver reduza o lume e deixe cozinhar lentamente durante cerca de meia hora. 7. Quando a cevada estiver cozinhada junte a abóbora, as tâmaras, as avelãs e a rama de cebola, envolva tudo. 8. Tempere a gosto com sumo de limão, sal, pimenta preta e metade da salsa.  9. Sirva polvilhado com o resto da salsa picada.

Leave a Reply

Back to top