Sopa de bacalhau com grão e coentros

No Alentejo sente-se sempre uma azáfama atípica nesta altura, é a apanha da azeitona. Alguns já a apanharam e correm para o lagar, outros ainda andam de volta das suas oliveiras num sobe e desce de escadas e esticar e recolher de panais. Regulados pelas condições atmosféricas que por vezes tendem a não facilitar a vida, é assim durante vários dias. Trabalho duro, especialmente quando é feito de forma tradicional.

Mas o esforço é compensatório. Assim que vemos aquele tom amarelo esverdeado do primeiro fio de azeite a brilhar, é o sinal da recompensa que atenua o vento aguçado do alto Alentejo a roçar-nos a cara.  Sugiro um post mais extenso que fiz há uns anos sobre a apanha da azeitona no Alentejo e recordo-vos também este post sobre como conservar azeitonas. Agora deixo-vos com uma sopa bem confortante para estes dias frios.

Sopa de bacalhau com grão e coentros

serve 2

  • 1 lombo de bacalhau ultracongelado (cerca de 350g)
  • Azeite
  • 1 raminho de tomilho
  • 2 folhas de louro
  • 3 dentes de alho, 2 esmagados, 1 picado
  • 1 cebola, picada finamente
  • 1 molho de coentros, separe as hastes mais grossas das folhas, pique ambos em separado
  • 10 tomates cherry, cortados ao meio
  • 80g de bacalhau desfiado ultracongelado, picado finamente
  • 400ml de caldo de legumes
  • 160g de grão cozido, escorrido
  • Sal integral e pimenta preta, a gosto

Procedimento

1. Pré-aquecer o forno a 200º. 2. Coloque o lombo de bacalhau num pequeno tabuleiro de forno, tempere com um pouco de azeite, tomilho, 1 folha de louro e os 2 alhos esmagados. 3. Leve ao forno durante 10 a 15 minutos, até começar a lascar. 4. Aqueça uma panela média com um fio de azeite, frite lentamente a cebola e as hastes de coentro, até a cebola ficar translúcida. 5. Acrescente o tomate cherry e frite mais 2 ou 3 minutos até começar a amolecer. 6. Junte o bacalhau desfiado, envolva-o bem no refogado e frite mais um ou dois minutos. 7. Adicione o caldo de legumes e o grão à panela, deixe ferver alguns minutos para o caldo ganhar o sabor do bacalhau. 8. Por fim acrescente as folhas de coentros (reserve algumas para o final) e tempere com sal e pimenta preta a gosto. 9. Lasque cuidadosamente o lombo de bacalhau eliminando as espinhas e a pele. 10. Sirva a sopa juntamente com as lascas de bacalhau e o alho esmagado, termine com um pouco de coentros picados.

 

Receita, Fotografia e Styling: Filipe Lucas Frazão

5 Comments

  1. Francisca 11/12/2016 at 13:56 · Reply

    Que bonito, gosto muito de bacalhau e acho que ía gostar desta sopa!

  2. Rita Neves 12/12/2016 at 15:42 · Reply

    Bem! Comia já uma taça dessas, que óptimo aspecto Filipe!

  3. Marmita 03/01/2017 at 17:08 · Reply

    Sempre tão lindas as tuas composições que parecem quadros. Eu como adoro sopa de peixe acho que ia adorar esta tua receita. Um beijo e que este ano te traga tudo de bom.

  4. Claudia 15/01/2017 at 23:38 · Reply

    Que receita de aspecto delicioso e posso garantir o sabor também é delicioso, tendo sido muito aprovada cá em casa! So tive de manter o bacalhau no forno muito mais tempo! Beijinhos!

  5. Alcidia 26/01/2017 at 10:07 · Reply

    As fotos ficaram lindas, eu adoro um clássico como este mesmo que se calhar prefiro mais uma açorda com bacalhau hehehe bjs
    http://www.iguaria.com/

Responder a Marmita Cancel reply

Back to top