pão naan com chutney de cebola e chilli

Esta é uma semana importante! Em primeiro lugar porque a página do facebook atingiu a fasquia rechonchuda dos 3000 likes! Eu sei que para alguns dos que me lêem este número é pequenino, mas há que ter em conta que o blog ainda não tem um ano de existência, por isso, para mim é uma grande vitória!

Em segundo lugar, hoje faz precisamente um mês que implementei a newsletter no blog, cujo número de subscritores está quase a chegar aos 400. Confesso que não esperava tamanha aceitação em tão pouco tempo. Acredito que o sucesso de um blog depende muito da relação que se constrói com os nossos leitores, uma relação baseada na confiança e honestidade. A newsletter é mais uma forma de manter essa relação, de chegar mais perto a cada um de vocês. Por isso, se ainda não assinaste, podes fazê-lo aqui. E já que estou a falar de números, no último mês o blog teve mais de 22000 visitas e 56000 visualizações de páginas. Estes números deixam-me muito feliz!

Em terceiro e não menos importante, esta é provavelmente a primeira receita que publico cujo título tem chilli no nome! :) Assim sendo, vamos comemorar não com uma, mas com duas receitas. Uma delas bem picante!

massa para pão naan

Este molho chutney tem uma história engraçada e foi pensado para servir num jantar de amigos. Numa noite de caril aquilo que queremos servir aos nossos amigos é comida cheia de sabor e bem condimentada. Deixá-los satisfeitos e de barriga cheia é o nosso maior objectivo! Acho que estamos todos de acordo. Isso exclui qualquer possibilidade de usar picante como se não houvesse amanhã! Porque, das duas uma, ou simplesmente não tocam na comida ou enchem o copo de vinho com a mesma rapidez de quem bebe água depois de correr a meia maratona!

Sim, o chutney estava extremamente picante! Eu, como amante de picante assumido, tenho de reconhecer que estava um bocadinho puxado! Mas ainda assim foi bem apreciado e estava de facto delicioso! Felizmente para todos havia muito vinho na mesa e até um lassie de manga e gengibre para acalmar o picante.

Era uma receita nova e, na verdade, praticamente produzida em modo freestyle. Ficou quase perfeita, apenas a precisar de uns ajustes aqui e ali. A quantidade de picante era claramente um deles!

Posto isto, tinha de voltar para a cozinha e aperfeiçoar a receita. Com certeza conhecem aquela sensação quando voltamos a fazer a mesma receita, anotando cada passo, cada medida, cada ingrediente, e, no final, o resultado é muito bom mas há qualquer coisa que a impede de superar a versão freestyle.

Foi mais ou menos isto que aconteceu com este chutney de cebola e chilli. Mas vocês nunca chegaram a provar a primeira versão por isso acreditem, esta receita de chutney é mesmo boa!

pão naan

Pão Indiano Naan

Ingredientes

12 unidades de 18-20 cm

  • 500g de farinha de trigo branca
  • 200g de água morna
  • 1 e 1/2 colher de chá de fermento de padeiro seco
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavado
  • 2 colheres de chá de sal integral
  • 1 iogurte natural
  • 1 ovo
  • 2 e 1/2 colheres de sopa de óleo de côco ou manteiga

Vamos a isso

Num recipiente grande combine a água com o fermento, o açúcar e o sal. Misture bem até dissolver o sal.

Acrescente o iogurte e o ovo. Combine novamente todos os ingredientes.

Adicione a farinha, pouco a pouco, mexendo com uma colher até começar a formar a massa. Nessa altura amasse muito bem com as mãos até a massa deixar de colar às laterais do recipiente. Adicione um pouco mais de farinha se for necessário.

Forme uma bola e deixe levedar coberto com um pano, cerca de 1 a 2 horas ou até a massa duplicar o seu tamanho.

Terminado o tempo de levedura*, forme pequenas bolas de massa com 75g a 80g e deixe-as repousar durante 30 minutos numa superfície polvilhada com farinha e cobertas com um pano. Cada uma das bolas será um pão Naan.

Derreta o óleo de côco ou a manteiga numa frigideira (a mesma que usará para cozinhar os Naans. Use uma frigideira com tampa). Reserve o óleo.

Estique cada uma das bolas com a ajuda de um rolo de massa. A ideia é obter uma massa fina (2-3mm) e de formato redondo ou oval.

Pincele a face superior da massa com o óleo ou manteiga.

Na frigideira bem quente coloque a massa esticada com face pincelada para baixo. Tape a frigideira com a tampa.

A massa vai insuflar com o calor e com a humidade que se cria no interior da frigideira. Vire a massa quando esta começar a ficar tostada de um lado. Mantenha sempre que possível a frigideira tapada. Cuidado para não queimar, a cozedura é muito rápida, cerca 1/2 a 1 minuto de cada lado.

Repita o processo com o resto da massa.

*Opção: depois de levedar e antes de formar as bolas, pode rechear a massa conforme entender, sugiro alho picado ou ervas aromáticas. Envolva bem o recheio voltando amassar e depois forme as bolas.

pão naan com chutney de cebola e chilli

Molho Chutney de cebola e chilli

Ingredientes

Para cerca de 400g

  • 3 colheres de sopa de óleo vegetal
  • 3 colheres de sopa de lentilhas vermelhas partidas
  • 1 colher de sopa de sementes de sésamo
  • 15 folhas de caril desidratadas
  • 4 cebolas médias, em quartos
  • 1 chilli desidratado, ou 2 se for amante de picante
  • Sal integral, a gosto
  • 3 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavado
  • 2 colheres de sopa de flocos de côco desidratado
  • 1 ramo generoso de coentros
  • 1 colher de chá de sumo de lima

Vamos a isso

Aqueça o óleo numa frigideira, quando estiver bem quente frite as lentilhas (2 min.)

Junte as sementes de sésamo e as folhas de caril. Frite mais alguns segundos. Cuidado para nao fritar demasiado o sésamo o que dará um sabor muito tostado no final.

Acrescente a cebola, o chilli e uma pitada de sal. Cozinhe em lume brando até amolecer a cebola. Quanto mais tempo cozinhar a cebola, mais doce ficará.

Quando a cebola estiver translúcida pode adicionar o vinagre, o açúcar e o côco. Envolva tudo muito bem.

O açúcar vai começar a derreter, o vinagre a evaporar e por conseguinte o molho ficará mais espesso, altura em que deve desligar o lume.

Junte tudo num processador de alimentos, acrescente os coentros e o sumo de lima e pique muito bem. Cuidado para não perder toda a textura. Pode adicionar um pouco de água se preferir um chutney mais cremoso.

Confira os temperos e sirva ou guarde num frasco esterilizado.

13 Comments

  1. Ondina Maria 14/02/2014 at 9:28 · Reply

    Olha, olha, vem mesmo a calhar. Se tiverem tempo durante a vossa estadia aqui no Porto, vamos ao indiano, sim?

    Já fiz naan várias vezes mas ainda não encontrei uma receita que me satisfaça as medidas. A ver se é esta tua. Quanto ao chutney, I’m game, se é picante vou gostar de certeza :D

    • Filipe 14/02/2014 at 10:17 · Reply

      Eu gostava, bora lá! Sim compreendo a receita do naan, tb tenho procurado muitas. Nao sei se esta é a receita perfeita, mas confesso que me surpreendeu. Eu gosto do naan mais fininho, podes deixa-lo mais grosso e fofinho de preferires.

  2. Ginja 14/02/2014 at 12:47 · Reply

    Que lindo, imagino mesmo uma mesa cheia de amigos e todos a servirem-se do naan e do chutney.
    Eu confesso que para mim tem mesmo de ser com pouco picante :) sou uma rapariga de estômago fraquinho hehe. Gosto dos coentros, coco e lima no chutney. Quero fazer esta receita!!
    Adoro as tuas fotos, e sim, esta foi uma semana para celebrar! Boa!
    Um beijinho.

    • Filipe 15/02/2014 at 11:07 · Reply

      Sao os melhores momentos! Sai um chutney com pouco picante para a Ginja!

  3. Be Nice 14/02/2014 at 21:54 · Reply

    Será que é desta que faço naan? Aqui o meu sócio adoraaa, e eu queria muito tentar hihihi
    O teu post de hoje tem tudo do bom e do melhor!!! Parabéns, excelente trabalho ***

    • Filipe 15/02/2014 at 11:08 · Reply

      Obrigado Rosa! Experimenta, tenho a certeza que vão gostar!

  4. Marmita 20/02/2014 at 11:25 · Reply

    Adoro esse pão, costumo ir almoçar a um Indiano perto do trabalho e é sempre tão saboroso. Obrigada pela partilha e pra mim isso sim é melhor que todos os números do mundo! beijos

  5. Milly 27/02/2014 at 11:01 · Reply

    Parabéns pelo blogue! O meu também ainda é um bebé, mas a pouco e pouco vai crescendo! Adorei a sugestão!!
    Bjs,

    • Filipe 27/02/2014 at 17:00 · Reply

      Obrigado Milly pela tua visita! Não conhecia o teu e já fui dar uma vista de olhos!

  6. Maria João Clavel 11/03/2014 at 16:42 · Reply

    Olha, olha… escapou-se-me este teu post! :O
    Imperdoável.
    Está já marcada para a experimentar. Já percebi que massas é contigo, agora tens aqui uma fã assumida, sempre que publicares pão ou massas no geral vou guardar religiosamente as receitas.
    Pronto… lá terás de fazer um livro. :P

    beijinhos e até breve! :)

    Ahhhh… e esses números são fantásticos, parabéns! E eu compreendo-te, é um orgulho enorme vermos o nosso projecto a crescer.

  7. Eli 27/03/2014 at 12:15 · Reply

    Olá, Filipe! Este era sem dúvida o post mais esperado para mim! Tive o prazer de ser uma dos amigos reunidos à mesa naquela ventosa noite de inverno e provar esta deliciosa combinação de naan e chutney. A tua versão do naan pareceu-me fantástica, conseguiste o equilíbrio perfeito das texturas. O chutney, no entanto, foi uma experiência especialmente interessante. Uma subtil sucessão de sabores do princípio ao fim, uma viagem que o paladar exige repetir uma e outra vez. Recomendo vivamente experimentar. Muito obrigada por partilhares a receita!

  8. Catarina Carvalhal 04/04/2014 at 13:43 · Reply

    Olá, Filipe! Em primeiro lugar quero dar-te os Parabéns pelo blog!
    Tenho uma dúvida, as lentilhas devem ser colocadas de molho antes de as fritar?
    Obrigado!

    • Filipe 04/04/2014 at 14:56 · Reply

      Olá Catarina! Obrigado! Se usares as lentilhas vermelhas, como são partidas não precisas colocar de molho. A fritura é o suficiente. Espero que gostes da receita!

Leave a Reply

Back to top