Pesto de rúcula, sementes de abóbora e tâmaras

Neste momento devem estar a perguntar porque raio usei tâmaras num pesto! Calma, eu explico. A minha rúcula não cresce em estufa, cresce naturalmente ao ar livre num pedaço de terra. Cresce mesmo muito e não me refiro só em quantidade mas também em tamanho.

O que faz com que não tenha nada a ver com aquela que encontramos no supermercado. Muito mais picante, quase que lembra mostarda, é magnífico! Porém, usar as folhas grandes em saladas não é assim muito prático.

As tâmaras têm aqui um papel com pouco destaque, mas a sua doçura ajuda a equilibrar o picante da rúcula. E de facto resulta! Puxem um pouco mais pelo sumo de limão e ficam com um pesto entre o picante da rúcula, o doce das tâmaras e o ácido do limão!

Pesto de rúcula e sementes de abóbora

Pesto de rúcula, sementes de abóbora e tâmaras

  • 2 mãos bem cheias de rúcula
  • 1/2 chávena de sementes de abóbora, tostadas
  • 1 limão, raspa
  • 1/2 dente de alho
  • 1 chávena de parmesão, ralado
  • 1 chávena de azeite
  • 3 tâmaras, sem caroço
  • Sal integral, a gosto
  • Sumo de limão, a gosto

Procedimento

1. Num processador de alimentos junte rúcula, sementes de abóbora, raspa de limão, alho, parmesão, azeite e tâmaras. 2. Pique muito bem. 3. Tempere a gosto com sal e sumo de limão.

14 Comments

  1. Maria 16/03/2015 at 10:13 ·

    Que boa ideia, a minha nasce onde quer, quando quer, como quer, até tenho um pé dela que já é uma espécie de arbusto, não morreu no inverno embora tivesse ficado toda ressequida e agora rebentou toda… mas sim, tem um sabor que só mesmo para quem goste! Vou experimentar assim.

  2. Ondina Maria 16/03/2015 at 12:44 ·

    Logo vou fazer pesto, mas de nabiças ou espinafres, ainda não me decidi 🙂
    adoro pesto de rucula, mas a que cresce nos meus morangueiros é muito semelhante à do supermercado. Achas que vai resultar tão bem com as tâmaras? Vou experimentar na mesma 🙂

  3. Su 16/03/2015 at 13:29 ·

    Confesso: eu e rúcula não nos damos. Mas gostei do twist das tâmaras e consigo imaginar noutros pestos sem dúvida.
    Well done 😉

  4. Maria Glória D'Amico 18/03/2015 at 23:21 ·

    Achei especial mesmo a ideia das tâmaras.
    Esta rúcula forte assim já não vejo há tempos, o que me deixa triste, pois folhas cultivadas em estufa são sem sabor e sem crocância.
    Um abraço e a fotos são belas.

  5. Marmita 19/03/2015 at 11:36 ·

    Fiquei mesmo muito curiosa pela adição das tâmaras, deve ficar muito bom! Vou testar.

  6. Filipe 24/03/2015 at 10:02 ·

    E fica! 😉

  7. Filipe 24/03/2015 at 10:02 ·

    Sim a rúcula é uma planta resistente a tudo!! Experimenta e diz-me como ficou!

  8. Filipe 24/03/2015 at 10:04 ·

    Acho que sim, fica mais doce e pode ser interessante para fazer certas combinações. Ou então mete menos tâmaras.

  9. Filipe 24/03/2015 at 10:04 ·

    Sim é perfeitamente aplicável a outros tipos de pesto. Thanks! 😉

  10. Filipe 24/03/2015 at 10:05 ·

    Obrigado! pois é eu também acho que a rúcula é boa é com sabor picante! 😉

  11. Filipe 24/03/2015 at 10:06 ·

    Testa e diz e conta o que achaste! 😉

  12. Filipe 24/03/2015 at 10:06 ·

    Se fica!

Leave a Reply

Back to top